Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
05/10/2018 às 08:29
Piloto aracruzense comemora mais dois títulos no Enduro FIM

Piloto da equipe Orange BH KTM Racing, o aracruzense Bruno Crivilin sagrou-se no último domingo 30, em Patos de Minas (MG), campeão brasileiro de Enduro FIM nas categorias E1 (direcionada às motocicletas de 250 cilindradas) e Enduro GP (classificação geral). A temporada foi ótima para o jovem de 21 anos, que venceu seis das sete etapas da competição neste ano, inclusive a realizada em Aracruz, em junho.

 

Desde 2014 um brasileiro não vence a classificação geral do campeonato. “Minha equipe fez um trabalho incrível e está de parabéns. A combinação foi perfeita entre equipe, estrutura e piloto, e os resultados apareceram. Em cinco anos disputando o Brasileiro, conquistei quatro taças e quero mais em 2019”, destacou Crivilin, acrescentando: “agradeço a todos que estão sempre orando e torcendo muito por mim. Dedico esses títulos a todos vocês”.

 

Aracruzense radicado em Belo Horizonte (MG), Bruno Crivilin vem colecionando títulos nacionais e internacionais. Apontado como um dos maiores talentos da história do motociclismo brasileiro, o jovem conquistou títulos importantes como o Red Bull Romaniacs 2017 e um top 7 na etapa brasileira do Mundial de Hard Enduro. O top 5 em um Grande Prêmio do Mundial de Enduro, conquista deste ano, é a melhor colocação de um piloto brasileiro nessa modalidade em todos os tempos.

 

O piloto pensou em ser jogador de futebol, mas a paixão pelas motos falou mais alto. Ele passou parte da infância e da adolescência enfurnado na oficina de motos do tio, ajudando como mecânico. E assim que teve a chance de guardar algum dinheiro, comprou uma 'parceira de trilha'. Era uma DT-180, montada a partir de peças de três outras motos diferentes. O suficiente para se lançar nas trilhas de Aracruz em 2012.

 

Com ajuda dos pais e amigos, Crivilin começou a competir. Em 2013, com uma CFR 230 usada, partiu direto para o Campeonato Capixaba de Enduro FIM, sendo – ao final das seis etapas disputadas – campeão na categoria 'Estreante'. No ano seguinte, voltou ao ponto mais alto do pódio da competição estadual ao vencer na categoria E4 e também na Geral. Em 2015, quando ingressou na equipe Orange BH KTM Racing após um convite pelos bons resultados da temporada 2014, foi campeão brasileiro da categoria Júnior, conquistando 100% dos pontos possíveis, e vice-campeão brasileiro na Geral.

 

O passo seguinte seria a estreia em competições internacionais. Crivilin foi o melhor brasileiro no Mundial de SuperEnduro, realizado em Belo Horizonte, em 2016. Ainda naquele ano encarou o desafio do Red Bull Minas Riders, etapa brasileira do Hard Enduro Series, evento de enduro extremo para motos. Crivilin se inscreveu na categoria mais difícil, a Gold, e completou a prova na sétima colocação. Já no ano passado, em Sibiu, na Romênia, tornou-se o primeiro brasileiro a vencer o Red Bull Romaniacs.

Veja mais sobre Esporte [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!